FORA DA CARIDADE NÃO HÁ SALVAÇÃO ( Paulo, O Apóstolo - Paris, 1860 - "O Evangelho Segundo o Espiritismo" - Cap. XV, Item 10 - Allan Kardec)

Pelo espírito: Irmão José


Sejamos como o orvalho que molha a terra, reconfortando a secura da vida, e trazendo o amor e a paz, tão esperada por todos que sofrem.
Você que está bem, que de certa maneira está equilibrado, tem a seu favor, a oportunidade de doar, à teu irmão, o que de melhor puder entregar.
Sabeis que a ordem maior, do Cristo Consolador, é para que sejamos um só corpo e espírito.
Nada adiantará se você estiver bem, se o téu próximo se encontrar em situação lastimável.
Compartilhar sua felicidade, com quem mais necessita é ato de fé e de caridade.
Sejamos, pois honestos com os propósitos que nos destinam, sem esmorecer, tracemos nossa meta, nas pautas de vida e de luz.
É pelo compartilhamento, pela colaboração, pela ajuda mútua que podeis transformar esse planeta, num lugar agradável e plenamente habitável.
Somos todos luzes e, dessa forma, estendemos essa luz ao alto, para que o máximo de irmãos alcancem a energia que brota, no âmago de cada um de nós.
Não receies de compartilhar, sob a preocupação de que essa felicidade é limitada, portanto, se extinguirá.
Essa felicidade nasce em seu coração, mas vem da fonte inesgotável, que é Deus Nosso Pai, de amor e misericórdia infindáveis.
Paz e luz.

Irmão José

Psicografia: Danilo Martins
Grupo Meimei
Comunhão Espírita de Brasília
(30.7.2016 às 18h)

Nenhum comentário:

Postar um comentário